Jéssika Kramorim

por Sherif Awad

Jéssika Kramorim


-Desde de criança tive o desejo de ser atriz. Quando muito pequena ainda participei de grupos amadores de teatro e quase sempre escrevia minhas próprias cenas. Minha maior inspiração brasileira foi e é, sem dúvidas, a grande Fernanda Montenegro, mas não é a única. O Brasil produz grandes atores e atrizes que valem serem vistos. Fora do Brasil sempre fui encantada por Meryl Streep e Johnny Depp. A diversidade que eles desempenham em cada atuação sempre me levaram a pensar que o ator deve estar disponível para viver todos os tipos de personas e situações.

-Acredito que seja essencial estudar e se atualizar a todo o  momento com novas técnicas de atuação. O sucesso está na busca incessante de compreender a persona através dos sentimentos dela e para isso estudar é fundamental.

-Alcançar o maior número de pessoas é importante e o estrelato mundial é uma dessas formas. Mas é claro, com bom gosto e responsabilidade. É preciso que a atuação tenha o que dizer.

-Sempre vai existir desafios. Mas não tem a ver com ser atriz e atuar com qualquer papel que seja. Não existe preconceito quanto à personagem, mas com relação à vida da mulher (atriz) que dá vida as personagem. Tem a ver com os assédios ainda existentes por conta do gênero, tem a ver com o fato de que deveriam  existir mais papéis para mulheres de todas as idade e valorização para além do corpo da mulher etc...

-No exato momento, nosso maior problema tem sido a crise sanitária que no Brasil além do grande número de vitimas tem esfriado o meio artístico não pela falta de interesse do público, mas por falta de interesse de investimento governamental sobre as questões da cultura. Os fomentos são sempre atrasados, os incentivos são mendigados para a iniciativa particular. A indústria do cinema tem muito a oferecer, atores e diretores excelentes, vontade... Mas infelizmente nos falta incentivo fiscal. Eu mesma há um ano tento montar um espetáculo teatral de minha autoria com dois veteranos, conhecidos e excelentes atores e financeiramente é difícil. 

 -Os trabalhos oferecidos a mim:Observo a seriedade do projeto e quais seus objetivos finais. Em que eles podem contribuir para a fala do mundo e para minha vida como atriz.

Jéssika Kramorim

-Atualmente estudo a técnica Chubbuck de Atuação. A tentativa é continuar me atualizando mesmo em meio a quarentena. Minhas pretensões futuras passam pela ideia de finalmente montar meu espetáculo e a partir dele criar mais visualizações para o meu trabalho e poder atuar em series importantes, filmes e o que mais for único pra construção da minha carreira.