ANA SOFIA GONÇALVES

Exclusivamente para www.MeetingVenus.com
por Sherif Awad
 ANA SOFIA GONÇALVES

-O meu nome é Ana Sofia Gonçalves e sou actriz e cantora em Portugal. A minha família é de Coimbra, cidade universitária do centro do País, mas tive a necessidade de me mudar para a capital onde as oportunidades nesta área profissional ainda são maiores...
Tive uma infância feliz e a minha família sempre me apoiou e continua a apoiar nesta minha carreira profissional, apesar de nenhum deles pertencer a este meio.

-Acontece naturalmente. Em casa ouvíamos muita música, das mais diversas áreas, e naturalmente desde cedo comecei a mostrar uma forte apetência para a música, a dança e as artes em geral. E se não comecei mais cedo profissionalmente foi pela distância das tais oportunidades que ainda só havia em Lisboa...daí a minha mudança de cidade mais tarde...

-Sempre tive várias influências e vários artistas que admiro e que de alguma forma influenciaram aquilo que hoje faço. No cinema os meus actores preferidos são o Al Pacino, Meryl Streep, Bruce Willis, Leo di Caprio. Em teatro os actores portugueses Ruy de Carvalho e Eunice Muñoz. Em dança sempre me fascinaram os bailarinos clássicos que vi em espectáculos ou musicais, bem como os dançarinos de hip hop que tanto admiro. Em tv sempre fui fã de séries e algumas telenovelas, sobretudo americanas, britânicas e brasileiras. Na música tenho inúmeras referências onde destaco 2 dos meus grandes ídolos da atualidade: Robbie Williams e Lady Gaga, mas são dezenas os artistas que admiro e que me influenciaram e influenciam ainda hoje.

ANA SOFIA GONÇALVES

-É absolutamente essencial a formação num artista, como aliás em qualquer área profissional. Se sabemos e temos a certeza que é isso que queremos ser no futuro (músico, cantor, actor), temos inevitavelmente de investir na formação pois sem isso nunca seremos bons profissionais. O talento e a vontade são as primeiras etapas, mas se saltarmos a etapa seguinte, a da formação, nunca saberemos dar uso a esse talento, por muito grande que seja, pois nada se consegue sem trabalho, trabalho, trabalho e trabalho. O conhecimento e a experiência são 2 fatores que não servem de nada isoladamente. Os 2 em conjunto são meio caminha andado para conseguir alcançar um lugar no mundo artístico. Depois também há o factor sorte, mas isso é só mais tarde e só depois do investimento e da formação.

-Nada é satisfatório pois acho que todo o ser humano quer sempre mais do que aquilo que já alcançou!Neste caso, não tanto pelo estrelato, mas sim a oportunidade de poder trabalhar noutros locais, com outros nomes e com outras pessoas de outras nacionalidades seria fantástico, e acho que é uma vontade comum de todos os artistas, podermos trabalhar  e ser reconhecidos e valorizados em qualquer parte do mundo, mas não acho que seja pelo estrelato, mas antes pela realização pessoal e profissional.



   


 -Penso que o maior desafio atualmente nesse sentido ainda é o de a mulher não ter de ser escrava do seu corpo e da sua aparência, pois uma atriz ou uma cantora não são mais talentosas por serem mais ou menos bonitas, mais ou menos magras, mais ou menos altas.Claro que defendo que um artista tem a responsabilidade de se cuidar, pois acaba por ser um modelo, um exemplo a seguir para muita gente, mas o que acho que não deveria existir é alguma discriminação quanto à aparência física para se ter mais oportunidades de trabalho.Outro ponto fundamental nesse sentido é o valor dos cachets. Ainda acontece algumas mulheres ganharem menos do que os homens, e isso também não está certo, na minha opinião.

-Neste momento Portugal está a ter um crescimento de artistas nacionais muito significativo, o que é bom, pois durante muitos anos o que vinha de fora do País é que era bom, e isso felizmente está a diminuir muito.Ou seja, temos cada vez mais artistas novos nacionais a fazer sucesso e a ganhar público não só cá dentro mas também lá fora, o que é óptimo, é sinal de crescimento e de desenvolvimento cultural do nosso País!

-Por norma sou muito grata pelos trabalhos que vou tendo, e só não aceito se não me identificar de todo com o projecto, se não puder por incompatibilidade com outro que já tenha em mãos ou ainda por considerar não ser bem remunerado.

-Actualmente trabalho maioritariamente como freelancer e na área da música faço espectáculos a título individual ou ainda como backvocal de outros cantores. Como atriz fiz uma participação numa telenovela já este ano e no início de 2020 vou começar com uma nova peça de teatro.Estou também a fazer dobragens de algumas séries e desenhos animados. Para um futuro próximo estou já a preparar algumas músicas novas para um EP ou CD e espero também ter um projecto brevemente em televisão e cinema!