BIA PIRES

por Sherif Awad

BIA PIRES
O fotógrafo e editor é o Hugo Pinto
-A única coisa que eu posso e devo dizer sobre a minha família é que foi com eles que o meu interesse sobre as artes começou e quando falo em artes falo em teatro, cinema , televisão e música sobretudo. Desde pequena que vou a concertos e vejo filmes antigos com o meu pai e desde pequena que vejo com a minha mãe inúmeras séries e telenovelas portuguesas antigas. Talvez daí o meu encanto. Efectivamente desde muito cedo sou encantada pelo mundo da televisão, mas tudo começou à séria quando vi pela primeira vez a actriz Fernanda Serrano na novela "Jardins Proibidos", desde aí que não parei mais de sonhar. 

-Como referi acima a Fernanda Serrano foi a actriz que me fez começar a amar este mundo da representação, mas tenho também como as minhas maiores influências neste mesmo mundo a actriz Patrícia Tavares, Rita Salema ,Margarida Marinho e Margarida Moreira. Ainda no mundo da representação mas desta vez no estrangeiro as minhas influências são a atriz Bryce Dallas Howard, Meryl Streep e Cate Blanchett. Em teatro português as maiores influências são sem dúvida a actriz Susana Cacela, Susana Sá e Flávio Gil. Dança não é de todo uma arte que me fascine  mas , a música sim, e nessa arte posso referir a minha cantora ídolo portuguesa, a Marisa Liz, e a minha cantora ídolo estrangeira, Anastacia. 

-A aprendizagem de um artista é contínua, um artista não aprende só e apenas nesta ou naquela escola, o artista aprende todos os dias da sua vida... Com colegas, família, e até o público. 
Eu estou a estudar Realização de Cinema e Tv mas isso não significa que quando acabar o curso já saiba tudo, é no mercado de trabalho que eu vou começar a aprender realmente como são feitas as coisas... Mas seja eu ou qualquer outra pessoa na área vamos aprender até a último dia da nossa vida. 

-Para já estou absolutamente satisfeita com o que tenho feito até agora, mas claro que sermos mundialmente conhecidos é bom, aliás se eu acho que aqui já vou aprender muito imagino o que posso aprender fora de portugal... deve ser incrível e quem sabe um sonho para alcançar.  

-Se bem percebi a pergunta tem a ver com a diferença de géneros e o alcance da igualdade!? Referindo-me à profissão de actriz acho que não existe esse problema pois cada actor recebe conforme aquilo que trabalha e conforme o papel que representa... Obviamente um homem figurante ou figura não principal recebe menos que uma mulher protagonista...


-Gostava tanto que não me tivessem feito essa pergunta, mas aqui vamos...
A verdade é que a situação em que estamos não é de todo a melhor, e refiro-me às artes, nomeadamente à representação seja televisão ,cinema ou teatro...
O teatro em Portugal tem cada vez mais problemas como é o caso de termos cada vez menos apoio do estado para obras por exemplo, ou para que sejam feitos mais teatro de inclusão... 
Outro problema do teatro é que as pessoas estão cada vez mais agarradas ao seus "Gadgets" e deixaram de ter interesse em ir assistir a peças... Talvez estes sejam dois dos maiores problemas do teatro. Há teatros a fechar por causa destes problemas, e isso é mau... 
Agora passamos para a televisão e também para o cinema, hoje em dia o importante para poderes entrar numa novela ou num filme não é o teu talento mas sim os likes e seguidores das tuas redes sociais... É triste, não é? É quase uma regra base para maioria dos directores de programa da nossa televisão...Podemos aqui falar também do facto de se não és bonita ou se não tens " as coisas no lugar" também não tens espaço na televisão ou no cinema... Daí os inúmeros talentos sem emprego... 

-Actualmente preparo-me para começar a gravar a minha primeira curta metragem. Futuramente, não sei, ninguém sabe... Pretendo ser feliz!