Regina Hennies

 por Sherif Awad

Regina Hennies


-Desde bem pequena estudei música e dança. Aos 7 anos de idade, comecei meus estudos de Piano e terminei o Conservatório aos 18.  Ballet clássico, Judô, Basquete e Handball também fizeram parte do meu dia a dia na infância e juventude. Meu pai e minha mãe montaram uma Livraria/ Papelaria quando eu tinha 12 anos e a Cultura sempre esteve presente em minha vida. Todos os anos, eu participava de audições de Piano e Ballet, portanto, estar no palco tocando, cantando e dançando era normal para mim. Sempre gostei muito de escrever e queria também, um dia, me tornar escritora.

-Meus pais ouviam muita música clássica em casa e me levavam para assistir a filmes de Ballet, como o clássico “Lago dos Cisnes”.  Na infância, eu admirava artistas como Carmem Miranda (já falecida na época), de quem minha mãe gostava muito, e frequentava o teatro infantil com a família e também com a escola. Nydia Lícia é um nome que marcou minha infância. Na juventude, passei também ir a shows musicais de artistas brasileiros e não posso esquecer de que, aos 18 anos, assisti ao maravilhoso show do Queen em minha cidade, São Paulo. Inesquecível. Na TV, sempre fui fã das telenovelas brasileiras, que são muito boas mesmo!

-Um dia, o maestro  Eleazar de Carvalho (com quem encontrei por obra do destino) me disse uma frase que nunca mais esqueci: um artista é feito de 80% de trabalho duro e 20% de talento. Demorei um pouco para compreender suas palavras, mas descobri que ele tem razão absoluta. Você nasce com o Dom e desenvolve seu talento com estudos, trabalho árduo e aperfeiçoamento. A Vocação para a Arte exige entrega e responsabilidade. Sem estudar não chegaremos a lugar algum.

-Claro que todo artista deseja ser reconhecido pelo seu talento. Minha vida, nesse momento, é um dos muitos degraus para chegar a um lugar de destaque dentro da profissão. No meu caso, da profissão de Atriz e também a de Escritora.

-Desde muito pequena eu enxergo o mundo de uma maneira diferente. Dedico-me a realizar meus sonhos com paixão e sigo em frente sem me preocupar com eventuais preconceitos. Sigo em frente e pronto. Atualmente, percebo algum preconceito em relação à idade. Mas não me preocupo com isso. E essa atitude me ajuda bastante.

-O Brasil é um país cheio de pessoas criativas, alegres, verdadeiros artistas naturais. Porém, o caminho do artista que escolheu a Arte e o Entretenimento como profissão é bastante difícil. As oportunidades são poucas e parece que os incentivos financeiros só chegam às mãos de quem já tem dinheiro.

-Os trabalhos a mim oferecidos chegam através de pessoas amigas que conhecem o meu modo de trabalhar e que sabem que sou uma profissional muito responsável. Também chegam até mim as oportunidades através de audições.

-Atualmente, estou em cartaz em uma Comédia e, para o ano que se segue, também participarei de um Musical Infantil e de uma série de TV. Novos cursos de atuação e dramaturgia fazem parte de meus projetos para os próximos anos.

WELCOMING OUR VISITOR'S FACEBOOK COMMENTS HEREUNDER, THANKS IN ADVANCE